Beijo


Em 18 de julho de 2012 por linhaseversos

Vem nesse beijo
Sentir o etéreo
De luz
De nuvens
De imensidão.

Vem nesse beijo
Buscar o néctar
Do pecado
No céu da boca
Da devassidão.

Vem nesse beijo
Inferir o apelo
Da mudez
Na pele cálida
De abnegação.

Vem nesse beijo
Lavar a volúpia
Na saliva
Da culpa
Em dissolução.

Vem nesse beijo
Sucumbir o não
Revelar-se
No paladar
Da absolvição.

Vem nesse beijo
Nadar no oceano
Da língua
Lânguida
Em solução.

Vem nesse beijo
Inundar a alma
Celebrar o voo
Sobre o véu
Na multidão.

(Juliana Izabeli Bulhões – Rio de Janeiro, 13 de abril de 2012)

Comentários (0) | |

Deixe seu comentário