Arquivo da Categoria ‘Diversos’

Apascento (entre aspas e acentos)


Em 19 de abril de 2012 | por linhaseversos

Falo pouco Escrevo menos ainda. Entre bandeiras E escolhas, O tempo de agora. É uma lacuna Em dias púrpuros. Não há espaço Para melancolia Nem resignação. O futuro ruge Enquanto escorrem Pela garganta Gotas de limão. O silêncio Amargo Azedo Reserva O doce laranja lima. A voz se interrompe: Pausa… Prazo.

Tags: , , , , , , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entreversos, Linhas e Versos, Reversos | Comentários (0)

Bordeau(x)


Em 16 de novembro de 2011 | por linhaseversos

Mãos maci(lentas) Na seda pura e preta Um negrume de ideias fartas Na epiderme derrama diluído Um epicentro de emoções lúcidas O esmalte cintila (ainda) O desgaste do Bordeaux Espaços reservados Em tempos escorregadios E o sorriso sustenta Reticências da alma Luz da essência Que não se esgota Que não se resvala Esverdeja-se. (Juliana Izabeli […]

Tags: , , , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (1)

(Des)umanização


Em 16 de novembro de 2011 | por linhaseversos

“É duro tanto ter que caminhar e dar muito mais do que receber” Vida de gente Vida de gado Vida de cão sem raz(cão).       (Juliana Izabeli Bulhões – Rio de Janeiro, 16 de novembro de 2011)

Tags: , , , , , , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entreversos, Linhas e Versos, Reversos | Comentários (1)

(Par)tido


Em 16 de novembro de 2011 | por linhaseversos

A parte que ama Caminha sobre Os cacos do instante Partido Tido como parte Do infinito perdido Em dor parido. A parte que ama Toca o (par)tido Com os dedos doloridos Escreve no lápis Com lápis coloridos O lapso cometido Sem passos comedidos. A parte que ama Caminha com os pés Em brasa Na casa […]

Tags: , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (0)

O casamento do ano: opostos + apostas = movimento econômico Um conto de fadas em tempos pós (modernos) e pré (apocalípticos)


Em 25 de abril de 2011 | por linhaseversos

As manchetes das últimas semanas são repetitivas e imprimem a tentativa de resgatar o tradicional conto de fadas: era uma vez uma plebeia e um príncipe que viveram felizes para sempre. Vamos lá. Diana deu origem à série pós-moderna em 1981. O trajeto na carruagem e a entrada da Princesa na Catedral St. Paul’s – […]

Tags: , , , , , , , , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entrelinhas, Linhas e Versos | Comentários (8)

Sombras e sangue: Gr(!)tos de horror


Em 10 de abril de 2011 | por linhaseversos

Manchetes sensacionalistas, listas nominais de vítimas fatais, fotos poéticas que agregam sentimentos paradoxais – a dor da perda e a sensação de que a vida continua na rosa de beleza efêmera lançada sobre o túmulo. O episódio trágico manchou a Escola Tasso da Silveira com sangue e sombras; manchou a história daquelas pessoas, personagens de […]

Tags: , , , , , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entrelinhas, Linhas e Versos | Comentários (1)