Artigos marcados com a Tag ‘verso’

(Des)umanização


Em 16 de novembro de 2011 | por linhaseversos

“É duro tanto ter que caminhar e dar muito mais do que receber” Vida de gente Vida de gado Vida de cão sem raz(cão).       (Juliana Izabeli Bulhões – Rio de Janeiro, 16 de novembro de 2011)

Tags: , , , , , , , , , ,
Arquivado em Diversos, Entreversos, Linhas e Versos, Reversos | Comentários (1)

Palavraseando


Em 10 de abril de 2011 | por linhaseversos

Vista-me de palavras Dispa-me através delas Dê-me palavras doces No café da manhã Descanse-as em mim Após a jantar Não me deixe cear Em silêncio Molhe palavras Em minha saliva Banhe-me Acarinhe-me Não cuspa palavras Profetize-as em rito Profira-as sem grito Faça(mos) delas Nossa celebração Não amargue Não salgue Salve! (Juliana Izabeli Bulhões – Rio […]

Tags: , , , , , , , , , ,
Arquivado em Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (2)

V(OZ)


Em 6 de novembro de 2010 | por linhaseversos

Sonhava calçar os sapatos vermelhos Bater os calcanhares Voar com a casa Experimentar aquela atmosfera. Temer a desbraveza do leão Vibrar com a espantosa inteligência de palha Ouvir o coração de corda no corpo de lata (os metais do sangue corrompendo o petróleo). Visitar o mágico Deitá-lo em seu colo Contar-lhe histórias de ficção Oferecer-lhe […]

Tags: , , , , , , , , , ,
Arquivado em Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (3)

E aquela (,) pinta?


Em 25 de outubro de 2010 | por linhaseversos

(A meu filho, Marcelo Junior, e sua pinta.) Olhos Lúcidos e límpidos Que transbordam Esperança verde caramelada (docemente precoce) Desde sempre sua Suave mesmo assim Porque é deselegante A dureza dos anos Da vida. E a pinta? Contrasta com os olhos E com a lucidez! Mas é franca Igualmente franca Madura talvez… Já traz o […]

Tags: , , , , , , , , , , ,
Arquivado em Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (2)

Lua(!!)na


Em 24 de setembro de 2010 | por linhaseversos

Era uma vez uma linda bailarina Parecia querer esconder o sorriso Não adiantava!! Ele vinha como luz E um arco de alegria desenhava. Com os delicados pés pequenos Traçava e trançava caminhos Deslizava nos sonhos ingênuos Ousava voos e voltava pro ninho. Suas sapatilhas eram como remos Seu coração era como bússola Não importava o […]

Tags: , , , , , , , ,
Arquivado em Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (3)

Sol(ares)


Em 12 de julho de 2010 | por linhaseversos

O frescor da manhã É inspirador. Não impõe sonolência, Apenas um ímpeto De apreciação. Desço a ladeira Embalada pela gravidade E pela brisa, Que me é afável até. Meu olhar está preso Ao declive. Os passos são vagarosos E ao mesmo tempo firmes, Livres, desimpedidos. Os automóveis seguem O curso diário. E eu, meu (in)curso, […]

Tags: , , , ,
Arquivado em Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (0)

Eu e muitas de mim.


Em 8 de abril de 2010 | por linhaseversos

Eu não sei exatamente… Quem sou? Não posso me traduzir com a precisão de uma bula de remédio Nem me apresentar em mapa Com limites divisas ou fronteiras

Tags: , , , , , , , ,
Arquivado em Entreversos, Linhas e Versos | Comentários (9)